CURSO INICIAL PRÁTICO PILOTO REMOTO (APOIO AUTOFORMAÇÃO A2)

Fundamentação:

Os Pilotos Remotos que pretendem voar em Categoria Aberta, subcategoria A2 necessitam de frequentar um curso prático de autoformação sobre as condições de operação da subcategoria A3 previsto nos pontos 1 e 2 da rubrica UAS.OPEN.040 do Regulamento (EU) N.º 947/2019, de 24 de maio, e respetivos AMC & GM da EASA.

As Organizações de Formação podem apoiar os Pilotos Remotos na prática de autoformação propondo um curso adaptado a esta necessidade.

O Curso Inicial Prático de Piloto Remoto é o curso proposto para os Pilotos Remotos frequentarem um curso prático de autoformação.

A Empresa ABSANT TRAINING atenta às necessidades do mercado desenvolveu este Curso dedicado a esta necessidade e igualmente para a promoção da Segurança Operacional (Safety) da Aviação Civil.


Público Alvo:

O Curso Inicial Prático de Piloto Remoto destina-se a Pilotos Remotos, segundo as regras da União Europeia, que tenham completado um curso de formação à distância seguido da conclusão com êxito de um exame à distância de conhecimentos teóricos realizado por uma Autoridade competente de Aviação Civil de um Estado-Membro da União Europeia, em Portugal a ANAC.


Conteudo Programático:

1. Introdução ao Curso
2. Ações Antes do Voo: Planeamento da Operação, considerações relativas ao espaço aéreo e avaliação dos riscos do local da operação; inspeção e preparação preliminares ao voo.
3. Procedimentos Durante o Voo: Vigilância eficaz e manutenção de linha e vista (VLOS); Conhecimento situacional do local, de outros utilizadores do espaço aéreo e de obstáculos; efetuar manobras de voo de dificuldade progressiva, precisas e controladas; Monitorização em tempo real do estado do UAS e dos limites de resistência. Voo em condições Normais, de Contingência e de Emergência.
4. Ações Após o Voo: Segurança, Inspeção e Reporte de Ocorrências
5. Conclusão do Curso

Avaliação:

Avaliação contínua.